Alta dos combustíveis impulsiona a venda de motos; Entenda o mercado

A princípio, o aumento no preço do combustível e dos novos carros, tem feito os motoristas optarem pela compra de motos. De acordo com atuantes no setor, o emplacamento de carros reduziu, enquanto houve aumento na aumento na venda de motos em 2022.

publicidade
venda de motos em 2022
venda de motos em 2022

Aumento na venda de motos em 2022

Atualmente, a redução na produtividade e a renda comprometida de muitos brasileiros, estão desafiando o setor automotivo este ano.

publicidade

Nesse sentido, dados fornecidos pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores – Fenabrave, mostraram um quadro ruim para o setor de carros que não era visto desde 2005.

Desse modo, a busca por emplacamentos de carros caiu cerca de 26,17% neste primeiro semestre de 2022, comparado com o ano passado no mesmo período. Ou seja, houve um alta na venda de motos este ano.

Em paralelo, enquanto a procura por veículos de passeio vem caindo mês após mês, a busca por veículos econômicos e práticos cresce. Nesse sentido, a procura por motos subiu 14,30% nesse mesmo período.

publicidade

✓ Veja os artigos mais acessados dos últimos dias:

Assim, entre os meses de janeiro e fevereiro, foram vendidas mais de 74 mil novas motos no Brasil. Além disso, grande parte das motos adquiridas, foram da montadora japonesa Honda, muito querida entre os brasileiros.

publicidade

Dessa maneira, o aumento na venda de motos este ano reflete nos altos preços cobrados nos postos de gasolina. Uma vez que, em menos de 5 meses, houve mais de três reajustes.


Os gastos com combustível e manutenção de moto são mais atrativos este ano

Atualmente, muitos estão buscando as motos como forma de agilizar e facilitar a locomoção, sem gastar muito. Isso porque as motocicletas se mostram muito econômicas e, claro, oferecem baixa manutenção. Além de preços mais atrativos.

De acordo com dados informados pela Petrobras, a partir desta segunda semana de maio, o diesel também sofrerá um aumento de 8,87%. Ou seja, mais um motivo para justificar o aumento na venda de motos.

publicidade

✓ Veja mais notícias:

A princípio, na semana passada foi feito um novo reajuste no preço dos combustíveis, o que já acontece pela quarta semana seguida, comparado ao mesmo período em 2021.

publicidade

Dessa forma, o preço médio do litro da gasolina gira em torno de R$7,295. Ou seja, um aumento de 0,16% comparado ao último levantamento feito. Portanto, é compreensível o aumento na venda de motos em 2022.

Por fim, fica evidente que o setor automotivo pode sofrer danos com a baixa procura por veículos de passeio. Uma vez que os carros são mais caros, poluentes e consomem mais combustível por km rodado.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média:
Total de Votos:

Alta dos combustíveis impulsiona a venda de motos; Entenda o mercado

publicidade
Arthur Lins
Formado em jornalismo, Arthur é especialista em motos e se juntou a equipe do Motos News em 2020 e desde então, vem trazendo novidades semanalmente para a página e assuntos relacionados ao mundo das duas rodas deixando todos os nossos leitores bem informados.